Tairis | LEDs: especificar por fluxo luminoso ou potência?
1
post-template-default,single,single-post,postid-1,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive
 

LEDs: especificar por fluxo luminoso ou potência?

LEDs: especificar por fluxo luminoso ou potência?

Atualmente no mercado de iluminação, existe uma grande variedade de produtos com diversos tipos de LED, e por consequência, com diversas quantidades de emissão de lumens/watt ou fluxo luminoso.

Por exemplo, ao comparar uma lâmpada ou luminária LED com mesmo consumo de 100W de empresas diferentes, você pode pensar:  já que são produtos iguais, vou comprar a mais barata.

Errado! Verifique se a quantidade de emissão de lumens ou fluxo luminoso são iguais, qual a quantidade de luz que você está comprando com o mesmo consumo? Se você pode comprar mais luz, opte pela que emite mais lumens por watt.

Leia o artigo abaixo e saiba mais informações a respeito desse assunto (clique na imagem para aumentar):

Autor: Vicente Scopacasa, engenheiro eletrônico com pós-graduação em Administração de Marketing. Tem sólida experiência em semicondutores, tendo trabalhado em empresas do setor por mais de 40 anos. Espedificamente em LEDs, atuou por mais de 30 anos em empresas lideres na fabricação de componentes. Atua hoje, como consultor na área de iluminação de estado sólido e como professor em cursos de especialização e pós-graduação em iluminação.